Curso A criança e a natureza: ferramentas para a prática da educação ambiental nas escolas

Anúncios

I Encontro do Açaí

       Projeto Agroecologia na Escola promove 1º Encontro do Açaí

        

       Projeto sediado na região serrana fluminense tem apoio do Oi Futuro

       Curso da Associação Agroecológica ensina a cultivar frutos da Juçara.

O projeto Agroecologia na Escola vai promover no dia 15 DE ABRIL, em Vargem Grande, na região serrana fluminense, o 1º Encontro do Açaí, com apoio do Oi Futuro. Desenvolvido pela Associação Agroecológica de Teresópolis, o evento vai acontecer na Escola Municipal Neidy Angélica, em Vargem Grande (km 12 da estrada Teresópolis-Friburgo), na região serrana do Rio de Janeiro.

Durante o encontro, os participantes vão aprender a plantar, colher e preparar o fruto da juçara, o chamado “açaí daqui”, similar da fruta do norte do Brasil encontrado na Mata Altântica.

O curso é gratuito e acontecerá das 8:30 h às 16h.  Venha participar!

Fruto da Juçara


A Juçara é o palmito nativo que nasce na Mata Atlântica, que cobre as encostas do sul da Bahia até o Rio Grande do Sul. Seus frutos servem de alimento para mais de 70 espécies de aves e mamíferos, além de ter alto valor nutricional para as pessoas.

Entretanto, com a crescente demanda pelo consumo do palmito, essa espécie vem sofrendo uma forte exploração, e a produção do palmito implica no corte da planta, ocasionando sua morte. Em função disso, hoje em dia, a Juçara é uma espécie ameaçada de extinção, afetando parte da fauna na Mata Atlântica.

A solução encontrada por especialistas é utilizar os frutos da Juçara em vez do palmito. Cada palmeira carrega cerca de três cachos, cada um com algo em torno de 3 mil frutos. Os frutos são ricos em antioxidantes, proteínas, ferro, magnésio, vitamina E, antocianinas e ômega 3,6 e 9, além de serem tão saborosos como o açaí do norte do Brasil.

Sobre o Projeto

Olha a semente de abacate!

 Agroecologia é a ciência que resgata e recria conhecimentos para uma prática de vida que engloba a produção de alimentos limpos (sem o uso de agrotóxicos e modificações genéticas) e uma multiplicidade de práticas ambientais, de respeito à biodiversidade considerando  relações econômicas e sociais mais justas.

O projeto Agroeocologia na Escola busca promover e incentivar a conservação do meio ambiente e gerar uma ação transformadora para a sustentabilidade local a partir da educação ambiental realizada nas escolas municipais do distrito de Vargem Grande, Teresópolis -RJ.

Durante as aulas os alunos se envolvem com práticas agrícolas na criação e manutenção de hortas escolares, hortos de plantas medicinais, viveiros de produção de árvores nativas e palestras com temáticas ambientais. Dessa forma crianças e adolescentes se envolvem diretamente com a melhoria do espaço escolar e com a valorização e o cuidado com o meio ambiente.

O objetivo é transformar o pátio escolar em  um espaço mais acolhedor e ecológico, que inspire e ensine às crianças o cuidado com o ambiente e com a vida.

Para isso, foi desenhada uma metodologia de ação que envolve estudantes, comunidade e professores.

Em 2011/2012 serão realizadas as seguintes atividades nas escolas municipais Stella Moraes Simões e Neide Angélica Souza Coutinho:

– Melhoria do ambiente escolar com a construção de espaços de práticas ecológicas:     viveiro de árvores nativas, horta, pomar e um horto medicinal

Todas as atividades são desenvolvidas em aulas práticas semanais com as crianças e em mutirões de envolvimento comunitário.

Palestras mensais em cada escola para os estudantes, com diferentes temáticas ambientais.

Dois cursos de capacitação para os professores em educação para sustentabilidade.O objetivo é que os professores sejam habilitados para atuar como educadores ambientais e insiram nas suas atividades de rotina práticas ambientais.

Dois cursos de capacitação para comunidade. Estes eventos pretendem ensinar tecnologias sociais que promovam o desenvolvimento sustentável, a conservação do meio ambiente e a geração de renda.

Essa iniciativa é fruto do trabalho da Associação Agroecológica de Teresópolis, com o apoio do  Oi Futuro e com a parceria da Secretaria Municipal de Educação.